UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/03/2010 - 07h38

Vale e Rio Tinto querem aumentar em 50% preço do ferro na Ásia

As gigantes da mineração anglo-australiana Rio Tinto e a brasileira Vale querem aumentar em 50% o preço do minério de ferro que vendem aos fabricantes de aço asiáticos, e mantêm duras negociações com a China na questão, informa a imprensa oficial de Pequim.

A Rio Tinto quer impor um aumento de 50% em relação aos preços de referência de 2009, enquanto a BHP Billiton está disposta a vender o minério de ferro com a cotação de mercado, que atingiu níveis recorde esta semana, afirma o jornal China Daily.

A Baosteel, empresa chinesa que lidera as negociações com os fornecedores de minério de ferro, informou que vai aguardar a reação das empresas japonesas e sul-coreanas de aço antes de tomar uma decisão.

O porta-voz da Rio Tinto na Austrália, Gervase Greene, se negou a comentar as informações.

"Não fazemos comentários, não especulamos nem reagimos às especulações relativas às discussões sobre os preços", declarou.

A pressão sobre os fabricantes de aço na China para chegar a um acordo sobre os preços deste ano aumenta porque estes não conseguiram chegar em 2009, pela primeira vez em décadas, a um acordo com BHP, Rio e Vale.

A China, maior consumidor de minério de ferro do mundo, registrou um aumento das importações deste produto de 41,6%, a 627,8 milhões de toneladas, em 2009.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host