UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/03/2010 - 20h00

Papandreu festeja decisão 'muito satisfatória' da UE

O primeiro-ministro grego, Georges Papandreu, festejou nesta quinta-feira a "decisão muito satisfatória" da União Europeia (UE) sobre a ajuda à Grécia, em declarações em Bruxelas à TV estatal grega.

"É uma decisão muito satisfatória que instala um mecanismo europeu com a participação minoritária do Fundo Monetário Internacional (FMI) e que garante a estabilidade financeira na zona euro", disse Papandreu à Net TV.

Os líderes dos países da zona do euro concordaram nesta quinta-feira, em Bruxelas, em adotar um mecanismo de ajuda financeira à Grécia, que inclui a intervenção do FMI, anunciou o primeiro-ministro português, José Sócrates.

"Houve um acordo. A Europa dá um sinal de grande unidade", afirmou Sócrates no fim de uma reunião dos líderes dos 16 países membros da zona do euro, durante uma cúpula da União Europeia (UE).

O plano "responde ao problema" da Grécia e "inclui o Fundo Monetário Internacional (FMI)", mas com "uma participação majoritária da zona do euro", explicou.

Fruto de um prévio consenso entre França e Alemanha, o plano prevê financiamentos bilaterais europeus associados a uma intervenção do FMI, que a Grécia utilizaria como um "último recurso".

Apesar de os líderes da zona do euro não terem fixado um montante, um alto funcionário avaliou que as necessidades potenciais da Grécia devem ficar entre 20 bilhões e 30 bilhões de euros (26 bilhões a 40 bilhões de dólares).

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host