UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/03/2010 - 17h09

Petróleo fecha em baixa com incertezas sobre demanda

Os preços do petróleo caíram nesta sexta-feira em Londres e Nova York, afetados pelo crescimento da economia americana no quarto trimestre de 2009, que veio abaixo do esperado. Os EUA são o primeiro consumidor mundial de petróleo.

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do West Texas Intermediate (designação do "light sweet crude" negociado nos EUA) para entrega em maio fechou em 80 dólares, queda de 53 centados em relação ao preço de quinta-feira.

No InterContinentalExchange de Londres, o barril de Brent com igual vencimento perdeu 31 centavos, para 79,29 dólares.

Depois de abrir em alta no mercado nova-iorquino, os preços caíram rapidamente para o vermelho.

"O crescimento do PIB abaixo do previsto parece ter realmente pesado sobre o mercado", afirmou John Kilduff, da Round Earth Capital. "Com um barril a mais de 80 dólares, a taxa de crescimento é um dos indicadores que devem superar as previsões, caso contrário, geram realização de lucros e é o que estamos vendo", afirmou.

O crescimento econômico dos Estados Unidos no quarto trimestre ficou em 5,6% na comparação com um ano antes, menor que o esperado por analistas. Como consequência, o PIB americano caiu 2,4% em 2009, sua maior queda desde 1946.

"Em relação ao futuro, a perspectiva é que o crescimento não seja tão rápido como se pensava e, dessa forma, a recuperação da demanda por produtos petroleiros nos Estados Unidos será mais lenta que o previsto", explicou Andy Lipow, da Lipow Oil Associates.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host