UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/04/2010 - 18h45

Wall Street fecha em alta e Dow Jones aproxima-se dos 11.000 pontos

A Bolsa de Nova York fechou em seu nível mais alto em um ano e meio nesta segunda-feira - com o Dow Jones ganhando 0,43% e se aproximando da marca dos 11.000 pontos - impulsionada por indicadores positivos nos Estados Unidos, com o Nasdaq subindo 1,12%.

Segundo os dados definitivos de fechamento, o Dow Jones Industrial Avarage subiu 46,48 pontos, para 10.973,55 pontos, e o Nasdaq, composto principalmente por empresas do setor de tecnologia, aumentou 26,95 pontos, para 2.429,53 pontos, em relação a quinta-feira, já que na sexta-feira foi feriado.

O índice ampliado Standard & Poor's 500 avançou 0,79% (9,34 pontos), para 1.187,44.

O principal índice da praça nova-iorquina alcançou um novo teto desde 26 de setembro de 2008, data na qual fechou acima dos 11.000 pontos pela última vez. O Nasdaq terminou no mais alto nível desde 15 de agosto de 2008.

"Não há mistério, é o resultado dos dados de emprego de sexta-feira e das cifras positivas desta manhã", comentou Gregori Volokhin, do Meeschaert New York.

Na sexta-feira foi publicado um indicador positivo: a economia americana criou 162.000 empregos em março, a cifra mais alta desde março de 2007, segundo dados do Departamento de Trabalho. Contudo, a taxa de desemprego continuou estável em 9,7%.

A atividade no setor de serviços dos EUA acelerou-se mais que o esperado em março, segundo o índice publicado nesta segunda-feira pela associação ISM. O indicador subiu a 55,4%, quando os analistas previam aumento menor, para 54%.

As vendas pendentes de moradias nos Estados Unidos aumentaram de forma inesperada em fevereiro, quando os analistas esperavam uma queda, segundo dados publicados nesta segunda-feira pela Associação Nacional dos Corretores de Imóveis (NAR, da sigla em inglês). O índice que mede o número de vendas pendentes subiu 8,2% em fevereiro, contra uma queda esperada de 1%. Em janeiro, tinha caído 7,8%.

"É inegável que a atividade econômica esteja melhorando, mas não é essa a razão pela qual (o Dow Jones) passou de 6.600 para 11.000 pontos", afirmou Mace Blicksilver, da Marblehead Asset Management, completando que o avanço de Wall Street tem "mais a ver com a liquidez do início do trimestre".

"Agora o que vai contar são os resultados (trimestrais das empresas) que serão publicados a partir desta semana", completou.

O mercado obrigatório caiu. O rendimento do títulos do Tesouro de 10 anos subiu para 3,994% contra 3,859% na noite de quinta-feira, depois de superar brevemente os 4% pela primeira vez desde junho. Os títulos de 30 anos ficaram em 4,843% contra 4,728%. O rendimento das obrigações evolui no sentido oposto a seus preços.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host