UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/04/2010 - 12h29

Zona do Euro estabelece os termos de ajuda de 30 bilhões de euros à Grécia

Os 16 países da Zona do Euro estabeleceram neste domingo os termos de uma ajuda financeira à Grécia, através de empréstimos bilaterais, que somariam até 30 bilhões de euros num primeiro ano, com taxas de juros de cerca de 5%, anunciou o dirigente das Finanças da União Europeia, Jean-Claude Juncker.

A decisão foi logo saudada pela Grécia.

Depois de uma videoconferência interministerial, Juncker explicou, em entrevista à imprensa em Bruxelas que "todos os Estados membros (da zona euro) participarão" deste mecanismo de auxílio.

"O total assumido pelos Estados membros no primeiro ano se elevará a 30 bilhões de euros (cerca de 40 bilhões de dólares), uma cifra que deve ser completada e cofinanciada pelo Fundo Monetário Internacional (FMI)", explicou.

A Grécia passa por uma crise financeira sem precedentes, motivo de grande nervosismo nos mercados.

A agência internacional de classificação financeira Fitch já havia reduzido a nota da dívida a longo prazo da Grécia de "BBB+" a "BBB-" em função do aumento do déficit orçamentário enfrentado pelo governo desse país.

A notação representava uma segunda advertência à situação do país membro da Eurozona.

As outras duas grandes agências de classificação de risco, Moody's e Standard and Poor's, também rebaixaram a nota da dívida da Grécia de "A1" a "A2" e de "A-" a "BBB+".

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host