UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/04/2010 - 13h52

Empresas chinesa e brasileira assinam acordo milionário no setor siderúrgico

A empresa brasileira LLX (do grupo EBX) e a chinesa Wuhan Iron and Steel (Wisco) assinaram nesta quinta-feira, durante visita do presidente chinês Hu Jintao, um acordo para a construção de uma gigante siderúrgica no Brasil, no valor de 5 bilhões de dólares.

"Será o maior investimento chinês no Brasil e o maior da China no exterior", destacou o presidente Luiz Inacio Lula da Silva, ao lado de Hu Jintao, após reunião bilateral realizada entre ambos, em Brasília.

Wuhan Steel entrará com 70% do negócio e a EBX, com o restante 30%, explicou à imprensa o presidente do grupo brasileiro, Eike Batista.

O empreendimento deverá ser concretizado em três anos no Estado do Rio de Janeiro, com capacidade para produzir cinco milhões de toneladas de aço por ano.

A siderúrgica deverá responder a necessidades do mercado brasileiro nos setores automobilístico, de indústria naval e plataformas de petróleo. O excedente poderá ser exportado para a China.

O projeto depende, também, de um estudo de viabilidade, segundo a imprensa.

Durante a visita do presidente Hu, Brasil e China assinaram vários acordos de entendimento político, cultural, agrícola, espacial, e no setor empresarial, relativos a petróleo e telecomunicações.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host