UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/04/2010 - 19h59

Sinal verde de Itália e Luxemburgo para troca de dívida argentina

As autoridades do mercado de valores de Itália e Luxemburgo deram nesta terça-feira sua autorização para a troca da dívida argentina em mora, de 20 bilhões de dólares, abrindo caminho para o início da operação na próxima semana, informou uma fonte oficial em Buenos Aires.

Com a aprovação de Itália e Luxemburgo "entramos em um processo para terminar definitivamente com a vergonha de 2001, quando o país declarou o default", disse o ministro argentino da Economia, Amado Boudou.

O funcionário destacou a importância do sinal verde das autoridades italianas, e lembrou que no país há muitos pequenos credores da dívida argentina.

"Esperamos que muitos credores individuais da Itália possam sair deste problema, e vamos ter uma presença muito forte neste país para explicar a conveniência de nossa proposta", disse Boudou.

Argentina ofereceu a troca de títulos por um terço de seu valor nominal, mas com um leque de novos títulos que dão um valor real de mercado acima de 50%.

Pequenos credores italianos, incluindo muitos aposentados, rejeitaram a primeira troca da dívida argentina, em 2005, que teve uma adesão de 76,15%, após o default sobre quase 100 bilhões de dólares em 2001.

Com o sinal verde de Itália e Luxemburgo, que se soma à aprovação da SEC (regulador da Bolsa) dos Estados Unidos, estão concluídos os trâmites formais e a Argentina pode abrir a operação.

O ministério da Economia deve começar as rodadas de oferta pública na próxima semana, incluindo Estados Unidos, Grã-Bretanha, França e Itália.

Buenos Aires espera uma aceitação superior a 60% e confia nesta alta adesão para minimizar as ações jurídicas dos credores que permanecerão de fora.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host