UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

28/04/2010 - 16h34

Estudantes chilenos protestam contra alta de tarifas no transporte público

Cerca de 200 estudantes se enfrentaram nesta quarta-feira com a polícia em Santiago durante um protesto contra a alta das passagens de ônibus e metrô, que terminou com dezenas de detidos, segundo testemunhas.

"Havia estudantes, de escolas e universitários atirando pedras e enfrentando os policiais que, por sua vez, lançaram bombas de gás lacrimogêneo e jatos de água de um veículo da tropa para dispersá-los", contou à AFP uma testemunha, que pediu para não ser identificada.

O confronto terminou com dezenas de detidos e ao menos um ferido pelo impacto de uma bomba de gás lacrimogêneo contra o peito, relataram alguns estudantes.

O protesto foi convocado após um terceiro aumento nas tarifas em três anos, quando começou a operar o novo sistema de transportes, conhecido como Transantiago.

As tarifas subiram para 430 pesos (0,82 dólares) em horário normal e 490 pesos (0,93 dólares) na hora de pico. É esperada uma nova alta para maio.

O Transantiago, que é operado por empresas privadas em conexão com o estatal ferrocarril metropolitano desde o dia 10 de fevereiro de 2007, não conseguiu se manter e opera em déficit, principalmente pela alta evasão no pagamento das passagens.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host