UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/05/2010 - 11h26

Harrods vendida para família real do Qatar

O bilionário egípcio Mohamed Al-Fayed vendeu a luxuosa loja de departamentos londrina Harrods para a Qatar Holding, o fundo de investimentos da família real do emirado, anunciou neste sábado o banco que representou o empresário na operação.

"A empresa de gestão da família Al-Fayed, proprietária da Harrods, anuncia que vendeu hoje (sábado) o grupo Harrods para a Qatar Holding", afirma um comunicado do banco Lazard International.

O Lazard International não divulgou o valor da operação, mas os canais de televisão BBC e Sky News informaram que a quantia seria de 1,5 bilhão de libras (2,2 bilhões de dólares).

O comunicado afirma ainda que "após 25 anos como presidente da Harrods, Mohamed Al-Fayed decidiu se aposentar e passar mais tempo com os filhos e netos".

O texto completa que ele escolheu a Qatar Holding "pela visão e capacidades financeiras para apoiar o crescimento a longo prazo da Harrods".

Um dos filhos do bilionário, Dodi, faleceu ao lado da princesa Diana em um acidente de carro em Paris em 1997, e Mohamed Al-Fayed passou anos tentando provar, em vão, que os dois foram assassinados.

No andar térreo da Harrods existe um pequeno altar em homenagem ao casal.

Al-Fayed, que também é proprietário do clube de futebol Fulham, comprou a loja em 1985 por 615 milhões de libras, após uma longa batalha com o antigo proprietário.

O estabelecimento, em pleno coração de Londres, tem uma área de venda de 90.000 metros quadrados, divididos em 330 departamentos.

O lema da Harrods é "Omnia Omnibus Ubique" ("Tudo para todos em todas as partes").

Criada em 1851, a Harrods recebe a cada ano 15 milhões de clientes e visitantes.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host