UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/06/2010 - 18h35

Wall Street se tranquiliza e fecha em forte alta

NOVA YORK, 10 Jun 2010 (AFP) -A Bolsa de Nova York fechou em forte alta nesta quinta-feira, sustentada por informações positivas sobre a recuperação econômica que tranquilizaram os mercados, que vêm sofrendo nos últimos tempos com notícias negativas: o Dow Jones ganhou 2,76% e o Nasdaq, 2,77%.

O Dow Jones Industrial Average avançou 273,28 pontos, a 10.172,53 unidades, voltando a fechar acima dos 10 mil pontos pela primeira vez na semana.

O Nasdaq, de alto componente tecnológico, subiu 59,86 pontos, a 2.218,71, e o índice ampliado Standard & Poor's 500 ganhou 2,95% (31,15 pontos), a 1.086,84 unidades.

"O mercado está escalando um mar de inquietações sobre a zona do euro, a China, que tenta desacelerar seu crescimento, e o emprego nos Estados Unidos. São problemas que estão presentes há algum tempo, desde o fim de abril. Houve informações que vão na contramão da tendência, isso foi suficiente para impulsionar o mercado", explicou Marc Pado, da Cantor Fitzgerald.

O mercado superou assim os níveis observados na véspera, antes de mudar de tendência na última hora de operações, preso na indecisão.

O euro, muito seguido pelos investidores, superava 1,21 dólar, refletindo uma queda da pressão que pesa sobre os mercados há várias semanas.

Vários "informes sobre o crescimento econômico no mundo mostram que o processo de recuperação se mantém intacto e não se desgasta muito", explicou John Stoltzfus, da Ticonderoga Securities.

Na China, principalmente, o superávit comercial aumentou com força em maio, com exportações em alta de 48,5%, em um momento em que alguns inquietavam-se sobre os eventuais efeitos de medidas governamentais destinadas a evitar um reaquecimento da economia.

Nos Estados Unidos, as novas inscrições no seguro-desemprego caíram pela terceira semana consecutiva, ainda que menos que o previsto, com 456 mil novos pedidos. Mas "os números indicam que há mais gente contratada que despedida, o que é, pelo menos, uma excelente notícia", disseram analistas do site Briefing.com.

O mercado de obrigações retrocedeu. O rendimento do bônus do Tesouro a dez anos situou-se em 3,319% contra 3,187% na noite de quarta-feira, e o do bônus a 30 anos em 4,241% contra 4,119%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host