UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

15/06/2010 - 20h26

Casa Branca usará YouTube para comentar vazamento de petróleo

WASHINGTON, 15 Jun 2010 (AFP) -A Casa Branca recorrerá, nesta terça-feira, ao YouTube para responder a perguntas do público sobre o vazamento de petróleo no Golfo do México.

Obama discursará à Nação às 20h00 (21h00 de Brasília), do Salão Oval da Casa Branca.

O presidente, que voltou esta terça a Washington de uma visita de dois dias ao Golfo do México, anunciará em seu discurso a nomeação de um "czar" para a supervisão dos trabalhos na região afetada, disse seu porta-voz à rede ABC.

O posto de "czar" supõe "alguém que se encarregue de um plano de recuperação (...) uma vez que superarmos a fase de limpeza e resposta ao desastre", causada pelo vazamento, disse Robert Gibbs.

O novo funcionário deverá supervisionar os esforços "para aumentar a saúde e viabilidade das espécies no local, a fauna e flora, assim como a beleza natural que todos sabemos que abriga o Golfo do México", detalhou.

Gibbs disse que em sua fala, Obama "esboçará" um "plano para avançar na restauração do Golfo, não desde sua situação prévia a este acidente, mas restaurá-lo ao que era anos atrás".

O diretor de novas mídias da Casa Branca, Macon Phillips, disse que o porta-voz da Casa Branca Robert Gibbs responderá a perguntas submetidas via YouTube depois do discurso de Obama.

"Em todo o país, muitos têm perguntas sobre como este desastre aconteceu e o que está sendo feito para fazer a coisa certa", destacou Phillips em um blog no site do executivo, WhiteHouse.gov.

"Para melhor entender o que as pessoas querem saber, oferecemos uma opção para todos votarem em questões sobre o vazamento de petróleo ou fazer a sua própria" pergunta, afirmou.

As perguntas a Gibbs podem ser postadas no link YouTube.com/WhiteHouse, enquanto as respostas serão dadas ao vivo no YouTube e em WhiteHouse.gov/live.

A ferramenta Google Moderator será usada para votar nas questões, com base em popularidade.

Entusiasta das ferramentas digitais, o governo americano recorreu ao YouTube em várias ocasiões no passado e Obama respondeu a perguntas de usuários do site de compartilhamento de vídeos do Google, em fevereiro passado.

Obama utilizou a rede para organizar, comunicar e levantar recursos durante sua campanha às eleições presidenciais e a Casa Branca tem um canal no YouTube, além de estar presente nas redes sociais Facebook, Flickr, MySpace e Twitter.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host