UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/06/2010 - 16h53

G20: México defende contas em ordem para garantir crescimento

TORONTO, Canadá, 27 Jun 2010 (AFP) -O mais importante para gerar crescimento mundial é ter as contas em ordem, declarou este domingo o secretário da Fazenda mexicano, Ernesto Cordero, ao ser perguntado sobre os compromissos dos países ricos na cúpula do G20.

"Neste momento, o que mais ajuda a gerar crescimento, investimento em todo o mundo, é que haja certeza de que as economias têm ordem na casa, viabilidade", declarou Cordero à imprensa, em intervalo dos trabalhos da cúpula do G20.

Se os países europeus "tivessem um problema de insolvência, não pudessem pagar suas dívidas, isto sim afetaria não só o México, mas todos os países emergentes de novo", acrescentou.

O ministro mexicano mostrou, assim, satisfação com as metas fixadas pelos países desenvolvidos na cúpula do G20, em Toronto, o quarto encontro entre países ricos e emergentes, segundo um projeto de declaração ao qual a AFP teve acesso.

Os países ricos, liderados pelos europeus, acertaram em Toronto reduzir seu déficit público em três anos à metade, e estabilizar a razão da dívida pública com relação ao Produto Interno Bruto até 2016.

As políticas de estímulo econômico que os países aplicaram para sair da crise, "embora tenham seu mérito no curto prazo, o mais importante é que sejam consistentes e congruentes com os rendimentos dos países a médio e longo prazos", acrescentou Cordero, ao resumir o discurso do presidente Felipe Calderón ante seus pares.

O G20 encerrou sua quarta cúpula desde que explodiu a crise financeira, com o compromisso de continuar promovendo crescimento, embora respeitando as particularidades de cada país-membro.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host