UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/07/2010 - 09h46

Voo do avião Solar Impulse adiado por problemas técnicos

PAYERNE, Suíça, 1 Jul 2010 (AFP) -O histórico voo do avião Solar Impulse, que devia testar as capacidades do aparelho propulsionado por energia solar para voar à noite, foi adiado devido a um problema técnico, informaram nesta quinta-feira os organizadores da experiência.

"Ocorreu uma falha numa peça essencial do avião", explicou o explorador suíço Bertrand Picard, que organizou a aventura. Seu porta-voz precisou tratar-se de uma peça de telemetria que sofreu uma avaria.

Falando à imprensa, Picard não pôde precisar a data em que o teste será realizado tanto pelos reparos que precisam ser feitos quanto pelas condições climáticas necessárias para a experiência.

O protótipo com matrícula HB-SIA devia ter decolado na noite de quarta-feira da base militar de Payerne, oeste da Suíça.

O avião, que fez seu primeiro voo em 7 de abril e já realizou outros dez desde então, precisa de tempo bom para voar - pouco vento, para não perder estabilidade -, pouco peso e sol abundante para carregar as baterias através de seus painéis solares.

Segundo Picard, que idealizou o protótipo, esta nova etapa de 25 horas serviria para testar a capacidade do avião de voar de dia e de noite.

"O desafio do século XXI não será mais ir à Lua porque isto já foi feito, mas passar a uma sociedade que se desvincule, pouco a pouco, de sua dependência das energias fósseis", disse recentemente à imprensa.

O avião solar é "muito mais que uma aventura aeronáutica, é uma demonstração técnica do que se pode levar à sociedade em termos de novas tecnologias", acrescentou o aventureiro Piccard.

As asas da aeronave têm uma envergadura igual às de um Airbus A340 (63,40 metros), mas o aparelho pesa apenas 1.600 quilos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host