UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/07/2010 - 15h10

Citado por Sarkozy, jornal satírico é obrigado a ocultar fotomontagens

PARIS, 16 Jul 2010 (AFP) -O presidente da França, Nicolas Sarkozy, obteve nesta sexta-feira, na justiça, o direito de retirar fotomongens que o redicularizavam na revista Le Monte, uma paródia do jornal Le Monde - uma decisão que o advogado da publicação considerou "preocupante", porque traz questionamentos à "liberdade de expressão".

Na edição de julho-agosto, o bimensal Le Monte, apresenta as caricaturas com o título "Nicolas Sarkozy na prisão".

Utiliza "sem autorização o seu rosto, representando-o nu na cela, prestes a ser impelido a um ato sexual com uma cabra, atrás das grades de uma prisão, ajoelhado de cuecas (...)", segundo as atas do processo consultadas pela AFP.

Os magistrados do Tribunal de Grande Instância de Paris deram razão ao chefe de Estado, condenando a sociedade responsável pela publicação, Sonora Média, a ocultar as fotos em todos os exemplares da edição de verão, sob pena de pagar uma quantia de 100 euros por fotografia não escondida.

Sonora Média também foi condenada a repassar um euro, a título simbólico, a Sarkozy para "reparar prejuízos".

A justiça considerou que a publicação "ultrapassa os limites admitidos e constitui um atentado à dignidade da pessoa humana".

"É um humor colegial, um tanto +trash+ mas não é perigoso, a decisão nos parece desproporcional", comentou um dos editores do Le Monte, Stéphane de Rosnay, precisando que o jornal satírico estava sendo retirado das bancas desde segunda-feira.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host