UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/07/2010 - 19h50

Portugal Telecom não decide sobre Vivo

LISBOA, 16 Jul 2010 (AFP) -O conselho de administração da Portugal Telecom (PT) reuniu-se nesta sexta-feira em Lisboa sem chegar a uma decisão sobre a oferta do grupo espanhol Telefónica em relação à operadora Vivo, que expira nesta sexta-feira à meia-noite, segundo diversos veículos da imprensa local.

A reunião terminou sem nenhuma decisão, anunciou a agência Lusa, citando uma fonte próxima às negociações.

Em uma assembleia geral no início de julho, a maioria dos acionistas da PT decidiu aceitar a oferta da Telefónica, que propunha 7,150 bilhões de euros para adquirir a participação de 50% no grupo português Brasilcel, a holding que possui 60% da Vivo.

Mas o governo português vetou a operação pelo fato de deter a chamada "ação dourada", que lhe dá direitos especiais na Portugal Telecom.

A Justiça europeia considerou que os direitos especiais do Estado português não se justificavam.

O presidente da Telefónica, César Alierta, reiterou na terça-feira que a oferta do grupo espanhol expira na sexta-feira.

"A posição do governo é conhecida e será mantida caso a oferta não seja modificada", destacou, no entanto, nesta sexta-feira o ministro porta-voz do governo Pedro Silva Pereira.

A Telefónica, que possui também 50% da Brasilcel, considera o mercado brasileiro essencial para seu desenvolvimento.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host