UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/08/2010 - 14h47

BoE vê reativação mais fraca na Grã-Bretanha

LONDRES, 11 Ago 2010 (AFP) -O Banco da Inglaterra (BoE) estimou nesta quarta-feira que a reativação prosseguirá na Grã-Bretanha, mas em ritmo menor que o previsto anteriormente, com a inflação permanecendo acima do objetivo de 2% até o final de 2011, segundo seu informe trimestral.

O comitê de política monetária do BoE "considera que a reativação deverá continuar", mas num ritmo menor do que o previsto no informe anterior, publicado em maio passado, informou o banco central britânico.

O BoE considera que o crescimento do PIB britânico vai estancar em torno de 3% nos próximos três anos, enquanto que em maio previa que cresceria entre 3 e 4%.

O BoE escolheu a prudência, com uma revisão modesta, apesar da publicação nas últimas semanas de indicadores estimulantes para a economia britânica, como a recuperação mais forte que o previsto do PIB no segundo trimestre (+1,1%).

No entanto, a inflação permaneceria acima da meta de 2%, nível abaixo do qual o BoE queria mantê-la, até o quarto trimestre de 2010, isto é, mais tempo do que o estimado em maio.
Hospedagem: UOL Host