UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/09/2010 - 19h18

FMI: recuperação da economia perderá força no final de 2010

WASHINGTON, 10 Set 2010 (AFP) -O Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou nesta sexta-feira que a recuperação da economia mundial prosseguirá, mas perderá força no fim deste ano e no primeiro semestre de 2011.

"O crescimento global foi levemente mais forte que o esperado na primeira metade deste ano, mas se projeta uma desaceleração temporária durante o segundo semestre de 2010 e a primeira metade de 2011", assinala o relatório do Fundo.

Em relação ao endividamento de alguns países desenvolvidos, o organismo adverte que "apesar de certos progressos constatados em 2010, as perspectivas fiscais a médio prazo das economias avançadas do G20 continuam representando um desafio".

"Os riscos para a recuperação se intensificaram. A combinação de risco soberano e de um setor financeiro ainda fraco em muitas economias avançadas representa riscos significativos para a reativação", destaca o Fundo.

Estes temores baseiam-se principalmente nos montantes que os Estados da zona do euro devem obter no curto prazo.

"A dívida pública que chega perto do vencimento nas economias vulneráveis da zona do euro no segundo semestre de 2010 e 2011 supera os 400 bilhões de dólares", calcula o fundo.

"Perturbações nos mercados de obrigações do Estado, seja devido ao fracasso das operações de financiamento ou a uma escassez de capitais no setor bancário, poderão aumentar consideravelmente a pressão sobre as finanças públicas, provocar uma perda de confiança nos mercados e alentar um novo ajuste orçamentário importante nos Estados em dificuldades, o que poderá afetar a reativação mundial", prevê o FMI.
Hospedagem: UOL Host