! Bancos europeus são nacionalizados devido à crise - 29/09/2008 - BBC Brasil
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

29/09/2008 - 12h09

Bancos europeus são nacionalizados devido à crise

Autoridades de países europeus anunciaram nesta segunda-feira que mais dois bancos serão nacionalizados, devido à crise no mercado financeiro internacional.

Na Grã-Bretanha, o governo confirmou a nacionalização do Bradford & Bingley, que havia sido noticiada pela BBC no sábado. Em Bruxelas, a nacionalização de parte do banco Fortis também foi anunciada.

Já na Alemanha, o banco Hypo Real Estate disse que chegou a um acordo com outras instituições alemãs para receber um empréstimo.

Perda de confiança
O governo britânico confirmou que o banco Bradford & Bingley (B&B), uma das grandes operadoras de hipotecas do país, será nacionalizado.

O governo vai assumir controle da carteira de hipotecas do B&B, estimada em US$ 100 bilhões. Já a parte de poupança do banco, avaliada em US$ 40 bilhões, será comprada pelo Santander, da Espanha.

O ministro da Fazenda britânico, Alistair Darling, disse que os investidores perderam confiança no B&B e que o governo teve de agir para estabilizar o setor financeiro.

Autoridades financeiras da Holanda, Bélgica e Luxemburgo anunciaram a nacionalização de parte do banco e seguradora Fortis.

Os ministros dos três países concordaram em colocar cerca de US$ 18 bilhões no banco, para evitar que ele entre em colapso.

O premiê belga, Yves Leterme, disse que a ação dos três países é uma demonstração de que as autoridades não deixarão o Fortis falir.

Pelo acordo, o Fortis terá de vender a sua parte no banco holandês ABN Amro, que havia adquirido no ano passado.

Na Alemanha, o banco Hypo Real Estate anunciou que fez um acordo para obter um empréstimo de um consórcio de bancos alemães para aliviar sua difícil situação financeira.

O Hypo não revelou o nome dos bancos, nem o valor do negócio. A imprensa alemã especula que mais de US$ 51 bilhões serão emprestados ao banco.

O Hypo é um grande tomador de empréstimos no mercado financeiro e foi fortemente afetado pela crise global. A notícia sobre o empréstimo fez as ações do banco se desvalorizarem 63% nesta segunda-feira.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host