! Banqueiros sentem 'remorso' por crise, diz presidente do Citigroup - 02/01/2009 - BBC Brasil
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/01/2009 - 10h47

Banqueiros sentem 'remorso' por crise, diz presidente do Citigroup

O presidente de um dos maiores bancos do mundo, o Citigroup, disse à BBC que os banqueiros precisam assumir alguma responsabilidade pela crise econômica global.

Win Bischoff disse que seu setor "é culpado em parte" pela crise e alguns de seus integrantes sentiram "remorso".


"Todos eles? Eu não sei", afirmou.

Segundo o executivo, este foi "um período muito doloroso" para todos envolvidos no setor bancário.

Os banqueiros não estão "com a cabeça enterrada na areia", mas ninguém previu a gravidade da atual crise, disse.

Para ele, a "raíz" do problema foi o uso generalizado de produtos financeiros "que pareciam ter embutidos fatores de segurança suficientes" mas, na verdade, eram muito arriscados.

Bônus O executivo disse que os bônus a serem pagos aos funcionários do Citigroup serão "muito mais baixos" em seu banco, que recebeu cerca de US$ 45 bilhões em ajuda do governo dos Estados Unidos.

Mas alguns bônus ainda serão pagos aos que trabalham em setores "muito úteis e muito lucrativos" de sua companhia, afirmou.

Bischoff e outros altos executivos do Citigroup disseram que não terão bônus em 2009.

Em um memorando a seus empregados, Bischoff, o diretor-executivo Vikram Pandit e o consultor sênior Robert Rubin disseram que é justo que abram mão de seus bônus - e reduzam o de outros executivos - diante das "duras realidades de 2008".

O Citigroup perdeu US$ 10,42 bilhões entre janeiro e setembro de 2008, e planeja um corte de 52 mil vagas em meados deste ano.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host