! Custo de vida em RJ e SP está mais baixo, diz consultoria - 07/07/2009 - BBC Brasil
UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

07/07/2009 - 11h51

Custo de vida em RJ e SP está mais baixo, diz consultoria

Rio de Janeiro e São Paulo despencaram no último relatório da consultoria Mercer, Cost of Living Survey from Mercer, que avalia o custo de vida em 143 metrópoles do mundo inteiro, publicado nesta terça-feira.

Na lista do ano anterior, São Paulo tinha ficado na 25ª posição, mas caiu para o número 72, graças a desvalorização do real registrada à época do estudo (março). O Rio, pela mesma razão, despencou de 31º para 73º.

No ranking deste ano, a capital do Japão, Tóquio, desbancou a capital da Rússia, Moscou, como a cidade mais cara do planeta. Em segundo, está outra cidade japonesa, Osaka, seguida por Moscou e Genebra, na Suíça.

A pesquisa da Mercer usa Nova York como índice básico, ou 100 pontos. Dessa forma, todas as cidades são comparadas com a metrópole americana â?" Tóquio, por exemplo, marcou 143,7 pontos, ou seja: é quase 50% mais cara que Nova York.

A cidade mais barata do mundo, segundo o ranking, passou a ser Johanesburgo, na África do Sul, tirando Assunção do Paraguai da lanterninha.

Europa em queda A maioria das cidades europeias caiu na lista, mas a redução mais significativa foi no leste europeu. Varsóvia, a capital da Polônia, caiu 78 posições, da 35ª posição para a 113ª.

A capital britânica, Londres, e a norueguesa, Oslo, saíram da lista das dez mais caras, caindo para 13º e décimo, respectivamente.

Com a valorização internacional do dólar, Nova York entrou entre as dez mais caras, saltando do 22º lugar para o oitavo.

A história se repetiu em Pequim, que entrou na nona colocação, subindo da 20ª.

Já Austrália, Nova Zelândia e Índia registraram um barateamento. A metrópole australiana Sydney perdeu 51 posições, passando do 15º ao 66º lugar. Já Mumbai, na Índia, passou do 66º lugar ao 48º.

Para avaliar o custo de vida, a Mercer compara 200 quesitos, entre eles, habitação, transporte, alimentação, bens domésticos e diversão.

A lista é elaborada pela consultoria para auxiliar multinacionais no cálculo de pacotes para empregados enviados para outros países

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host