UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/09/2009 - 19h05

Desemprego nos EUA pode chegar a 10% até final do ano, diz governo

O índice de desemprego deve crescer nos Estados Unidos, podendo chegar em 10% até o final do ano, segundo um estudo divulgado pelo governo americano nesta quinta-feira.

Em agosto, a taxa de desemprego no país atingiu 9,7% da população, o pior resultado em 26 anos.

Os economistas da Casa Branca, no entanto, disseram que as conclusões de seu estudo "devem ser consideradas como preliminares" e sujeitas a "incertezas consideráveis".

Entre abril e junho, a economia americana encolheu a uma taxa anualizada de 1%.

Um milhão de empregos O relatório afirma ainda que os resultados seriam bem piores sem o bilionário pacote para estimular a economia criado pela administração Obama.

"Após a implementação do pacote, a trajetória da economia mudou, rumando para um declínio e perda de empregos moderados", afirmou o presidente do Conselho de Consultores Econômicos, entidade criada pela Casa Branca e responsável pelo estudo.

Para os economistas, o pacote do governo salvou ou criou mais de 1 milhão de empregos.

O pacote de US$ 787 bilhões também teria impulsionado o PIB (Produto Interno Bruto) americano entre 2% e 3% em abril.

O oposicionista Partido Republicano, no entanto, questionou as alegações do governo sobre criação de empregos, dizendo que o governo Obama estaria pretendendo mascarar o fracasso do plano.

"Temos assistido à taxa de desemprego chegar a 9,7% e mais de 216 mil trabalhadores perderem o emprego nos últimos 30 dias", disse Michael Steele, presidente do Conselho Nacional Republicano.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host