UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

09/02/2010 - 07h04

Toyota anuncia recall de mais de 430 mil Prius por problemas nos freios

A montadora japonesa Toyota anunciou nesta terça-feira o recall de 436 mil unidades de seu Prius 2010 e outros dois modelos de veículos híbridos por apresentarem falhas no sistema de freios.

A companhia já vinha realizando o recall de outros 8 milhões de automóveis por problemas no pedal de aceleração.

"Nós decidimos pelo recall porque consideramos a segurança de nossos clientes como nossa principal prioridade", declarou o presidente da empresa, Akio Toyoda.

O diretor de qualidade da marca, Hiroyuki Yokoyama, já havia admitido a falha no Prius na semana passada, alegando que por um problema de software, o sistema de freagem do modelo vinha sofrendo "ligeira falta de resposta".

Autoridades japonesas e americanas vinham registrando centenas de reclamações relacionadas aos freios do modelo híbrido da Toyota. Segundo os relatos, os motoristas vinham enfrentando problemas para frear os carros quando trafegam sobre superfícies irregulares.

A falha foi encontrada em cerca de 270 mil Prius vendidos desde maio de 2009, além dos modelos Hybrid Sai e Lexus HS250h.

Problemas no acelerador Em janeiro, a montadora japonesa anunciou o recall de sete modelos que teriam apresentado problemas com o acelerador.

As primeiras reclamações sobre o pedal - que fica preso, dificultando a desaceleração e, em alguns casos, mantendo o pedal na posição de aceleração máxima - foram registradas em 2008.

Mas o recall de milhões de carros em todo o mundo foi anunciado apenas em janeiro deste ano. Em uma entrevista à BBC, o diretor de Relações Públicas da Toyota, Scott Browlee, disse que o atraso se devia ao fato de que as primeiras reclamações estavam relacionadas à qualidade e não à segurança dos veículos.

"Não havia indicação, naquele momento, de que o acelerador preso causaria um problema de segurança. A primeira indicação que tivemos de que seria uma questão de segurança foi no final do ano passado", disse Browlee.

Os modelos atingidos pelo recall do acelerador são o Aygo, iQ, Yaris, Auris, Corolla, Verso e Avensis e cobre veículos fabricados desde fevereiro de 2005.

Credibilidade "Como o presidente da Toyota, eu assumo responsabilidade pessoal", escreveu o presidente da Toyota em um artigo no jornal Washington Post. "É por isso que eu estou conduzindo pessoalmente o esforço para restaurar a confiança em nossa palavra e em nossos produtos", disse Toyoda no texto.

A montadora japonesa, campeã mundial de vendas, já previa perdas de US$ 2 bilhões (R$ 3,7 bilhões) por causa do primeiro recall do ano.

Desde o dia 21, quando o primeiro recall começou, a Toyota já perdeu US$ 31 bilhões (R$ 58 bilhões) em valor no mercado. A cotação de suas ações caiu 19%.
Hospedagem: UOL Host