UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

28/05/2009 - 13h12

Time Warner quer separar AOL do resto do grupo

EFE
Nova York, 28 mai (EFE).- O grupo de comunicação Time Warner anunciou hoje que pretende separar a AOL, sua divisão de internet, do restante do grupo, com o objetivo de torná-la uma companhia independente e com ações em bolsa ao fim do processo.

"Consideramos que uma separação será o melhor resultado para a Time Warner e para a AOL", declarou o presidente e executivo-chefe do grupo, Jeff Bewkes, em comunicado de imprensa.

A Time Warner tem 95% de participação na AOL e a Google é proprietária dos 5% restantes. Segundo um acordo prévio, o grupo pode comprar no terceiro trimestre deste ano a parte do site de buscas.

O conselho de administração da Time Warner autorizou sua diretoria a iniciar os planos para uma separação legal e estrutural da AOL.

Entretanto, a operação, que deve estar completa no final do ano, precisa da aprovação final do conselho e das autoridades reguladoras dos EUA.

A Time Warner fez uma operação similar em março para separar sua divisão de serviços a cabo.

Time Warner e AOL se fundiram em 2001, quando esta última companhia era considerada a provedora líder de internet nos EUA. Nos anos seguintes, foi perdendo relevância e assinantes e, por isso, orientou sua estratégia de negócios para a publicidade na rede.

O grupo Time Warner registrou um lucro líquido de US$ 661 milhões no primeiro trimestre deste ano, 14,26% a menos do que no mesmo período do ano anterior.

Já a AOL anotou receitas de US$ 867 milhões nesse mesmo período, 23% a menos do que nos três primeiros meses de 2008.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host