UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/06/2009 - 13h42

Obama e congressistas acordam atualizar leis sobre vazamentos de petróleo

EFE
Washington, 10 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e líderes do Congresso acordaram hoje atualizar as leis vigentes para os casos de vazamento de petróleo, que consideraram obsoletas para episódios como o atual no Golfo do México.

Obama se reuniu hoje com legisladores na Casa Branca para supervisionar a situação no Golfo.

"Com base em uma revisão detalhada do ocorrido, achamos necessário atualizar as leis para estarmos mais preparados para enfrentar estas crises no futuro", afirmou.

As leis atuais "não são adequadas para o que ocorreu" no golfo, pois foram aprovadas antes de o setor petroleiro começar a perfurar em alto-mar, onde as consequências podem ser muito mais graves se houver algum imprevisto.

O líder americano insistiu de novo na necessidade de o país investir e adotar as leis necessárias para promover o setor de energias limpas.

Essa área "cria postos de trabalho", defendeu. "Apesar de ainda dependermos do petróleo e dos hidrocarbonetos, precisamos começar a planejar agora para que possamos nos tornarmos líderes energéticos no futuro", disse.

O derramamento no Golfo do México, a pior catástrofe ambiental na história dos EUA, começou por causa da explosão e afundamento no mar, por causas ainda desconhecidas, da plataforma petrolífera "Deepwater Horizon", em abril, em um incidente no qual morreram 11 trabalhadores.

Obama deve se reunir hoje, a portas fechadas, com familiares das 11 vítimas.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host