UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/06/2009 - 11h44

Petrobras é empresa que mais cai em bolsa, diz Economática

EFE
São Paulo, 25 jun (EFE).- A Petrobras perdeu US$ 52,940 bilhões em valor de mercado, número que coloca a companhia como a que mais perdeu em bolsa neste ano, informou hoje a empresa de consultoria Economática.

Conforme o comunicado, no entanto, apesar da Petrobras ser a empresa que mais se contraiu em termos absolutos, por valor percentual cedeu 26,6%, por isso que foi superada pela companhia química americana Monsanto, que perdeu 40%.

Na classificação da Economática, que analisa o tamanho por valor de mercado de 1.951 empresas da América Latina e dos EUA, aparece em segundo lugar Microsoft, com queda de US$ 51,540 bilhões ou 19% de seu valor.

O terceiro posto em valor nominal é da americana Google, que cedeu US$ 45,388 bilhões (-23,1%).

Entre as 30 empresas que mais caíram também se encontram o banco brasileiro Itaú Unibanco (posto 19), que perdeu US$ 11,170 bilhões (12,6%).

Na posição 22 aparece o Santander Brasil, que perdeu US$ 10,375 bilhões de seu valor em bolsa (19,6%), e na colocação 28 aparece a Vale, com uma queda de US$ 8,5 bilhões, equivalente a 6,1% de seu valor da bolsa.

O mercado brasileiro cedeu US$ 131,5 bilhões neste ano, 10,5%, enquanto o pregão venezuelano se contraiu mais da metade, 50,5%.

Outras bolsas da América Latina como as do Peru, Chile, México e Colômbia, alcançaram resultados positivos.

As dúvidas sobre a recuperação da crise financeira internacional em alguns países da zona do euro e a desconfiança na solvência da moeda comunitária derrubaram as principais praças internacionais, que estão sofrendo dias de fortes quedas há vários meses.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host