UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

05/08/2009 - 15h16

Dow Jones fecha praticamente estável

EFE
Nova York, 5 ago (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, de referência em Wall Street, fechou hoje praticamente estável, com leva queda de 0,05%, no mesmo dia da notícia de que o número de pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos subiu na semana passada.

Segundo dados provisórios do fechamento, o Dow Jones caiu 5,45 pontos, até os 10.674,98.

O índice seletivo S&P 500 terminou o dia em queda de 1,43 ponto (-0,13%), aos 1.125,81, e o indicador da bolsa Nasdaq caiu 10,51 pontos (-0,46%), até 2.293,06.

O aumento na quantidade de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA - mais 19 mil, somando 479 mil - na semana passada causou inquietação em relação aos dados que serão divulgados amanhã pelo Departamento de Trabalho, que também não prometem ser animadores.

O setor de empresas de produtos não essenciais (-1,05%) e o tecnológico (-0,52%) registraram as maiores quedas de hoje. Os setores industrial (0,36%), de energia (0,21%) e de matérias-primas (0,16%), por sua vez, tiveram um pregão favorável.

No Dow Jones, American Express (-2,02%), Pfizer (-1,52%), Microsoft (-1,4%) e Bank of America (-1,2%) foram as empresas cujas ações tiveram o pior desempenho nesta quinta-feira.

A Caterpillar (1,18%) liderou o grupo de empresas do índice que fecharam com lucro, seguida por United Technologies (0,73%), Procter & Gamble (0,52%) e Alcoa (0,52%).

Os títulos da BP negociados em Nova York terminaram o dia com alta de 3,27%, a US$ 40,68, depois do início do fechamento de seu poço danificado no Golfo do México.

A dívida pública dos EUA para dez anos subia de preço e oferecia uma rentabilidade de 2,9%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host