UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/08/2009 - 08h35

Irã manterá construções de plantas nucleares, apesar das sanções da ONU

EFE
Teerã, 18 ago (EFE).- O diretor da Organização de Energia Atômica do Irã (OEAI), Ali Akbar Salehi, manifestou hoje que seu país construirá novas instalações de enriquecimento de urânio sem levar em consideração às resoluções da ONU.

"Quanto à construção de novas instalações de enriquecimento de urânio, atuaremos conforme as normas da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e não com base nas resoluções da ONU", disse Salehi ao fim da reunião do conselho de ministros, segundo a agência iraniana "Irna".

O responsável nuclear iraniano se referiu à construção da terceira instalação para enriquecimento de urânio no Irã em 2011, conforme uma lei aprovada no Parlamento há nove meses e que prevê a construção de dez plantas.

Irã tem uma planta de enriquecimento de urânio na localidade de Natanz, no centro do país, na qual supostamente há milhares de centrífugas em funcionamento.

No ano passado, o país reconheceu que instalou perto da cidade de Qom uma segunda planta.

Grande parte da comunidade internacional, com os Estados Unidos e Israel à frente, acusam o Irã de esconder, sob seu programa nuclear civil, outro de natureza clandestina e aplicações bélicas cujo objetivo seria a aquisição de armamento atômico.

Teerã nega e insiste em que seu único objetivo é gerar eletricidade para fins pacíficos.

Esta pugna custou ao regime iraniano a aprovação, até agora, de quatro baterias de sanções pela ONU, seguidas de uma série de sanções unilaterais da UE e dos EUA.
Hospedagem: UOL Host