UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

18/08/2009 - 10h49

Economia chilena cresce 6,5% no 2º trimestre

EFE
Santiago do Chile, 18 ago (EFE).- O Produto Interno Bruto (PIB) do Chile cresceu a uma taxa anualizada de 6,5% no segundo trimestre, a maior alta em cinco anos, informou hoje o Banco Central.

O número superou as projeções dos analistas e do mercado, que giravam em torno de 6,2%.

O período teve um dia útil a mais que no segundo trimestre de 2009, o que gera um efeito de 0,2 ponto percentual, informou o relatório.

Por setores, o documento destacou o dinamismo do de eletricidade, gás e água, que cresceu a uma taxa anualizada de 37,4%, uma marca histórica para a área. Já o de comércio cresceu 16,8%; o de comunicações, 11,7%; e o de transporte, 10%.

No entanto, registraram queda os setores de pesca (10,35%), indústria (0,5%) e propriedade de imóvel (0,6%).

O relatório destacou que estão sendo atenuados os efeitos negativos do terremoto de 27 de fevereiro na atividade industrial do Chile, que registrou uma contração de 0,5% no segundo trimestre, comparada com a queda de 6,1% dos primeiros três meses do ano.

"O resultado reflete que estão sendo atenuados os efeitos do terremoto de fevereiro, à medida que as indústrias afetadas vão recuperando sua capacidade operacional", afirma o relatório.
Hospedagem: UOL Host