UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

28/08/2009 - 08h11

Governo chileno procura alternativas para encurtar resgate

Santiago do Chile, 28 ago (EFE).- O Governo chileno procura alternativas que permitam reduzir o tempo de resgate de 33 mineiros presos em uma jazida do norte do país desde 5 de agosto, que estima-se poderia prolongar-se por três meses, informam hoje meios de imprensa locais.

Segundo André Sougarret, responsável pelas perfurações de resgate estão sob avaliação alargar o terceiro poço escavado pelas máquinas de sondagem, que já chegou até a oficina no interior da mina, com uma máquina de perfuração de ar reverso.

"Estamos avaliando essa alternativa para reduzir o prazo de resgate", confirmou Sougarret aos jornalistas.

Trata-se de levar uma máquina que permite escavar um buraco de 75 centímetros de diâmetro, avança 20 metros por dia e tem um alcance de 700 metros de profundidade.

A máquina, que é utilizada na perfuração de poços de água, está na mina de Inés de Collahuasi e sua transferência à mina San José deve demorar três dias.

Outra alternativa é utilizar uma segunda perfuradora do mesmo modelo da cedida pela estatal Corporação do Cobre (Codelco).

As equipes de resgate ultimam hoje a colocação da primeira perfuradora, que espera-se que possa começar a escavar neste domingo.
Hospedagem: UOL Host