UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/11/2009 - 12h40

Holanda injeta 4,4 bi de euros no ABN-Amro para fusão com filial de Fortis

EFE
Haia, 19 nov (EFE).- O Estado holandês anunciou hoje uma nova injeção de 4,4 bilhões de euros no banco ABN-Amro para que a instituição possa cumprir o projeto de se fundir com a filial holandesa do banco Fortis.

O ministro das Finanças holandês, Wouter Bos, explicou hoje em carta ao Parlamento que 3 bilhões de euros da ajuda estatal serão na forma de dinheiro e os outros 1,4 bilhões de euros serão provenientes de empréstimos investidos em ações.

A injeção de capital anunciada hoje complementa a de 2,5 bilhões de euros de junho, e é a quarta vez que o Estado holandês coloca capital no banco, que desde o final de 2008 é de propriedade pública.

Por causa da desintegração do então grupo belga-holandês Fortis, a Holanda se encarregou em 2008 das divisões holandesas da entidade e de sua parte no ABN-Amro, que tinha comprado conjuntamente com o Banco de Santander e com o Royal Bank of Scotland.

O Estado holandês pagou por esses ativos um total de 16,8 bilhões de euros, após o qual injetou 6,5 bilhões de euros no ABN-Amro.

Uma vez que a fusão estiver completa, espera-se que o Fortis desapareça como marca comercial na Holanda para integrar-se na estrutura do ABN-Amro.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host