UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

28/11/2009 - 10h18

Wikipedia perde fôlego pelo desinteresse de colaboradores

EFE
Paula Gil.

San Francisco (EUA), 28 nov (EFE).- Com 325 milhões de visitantes mensais, o Wikipedia, o quinto site mais popular do mundo, a maior enciclopédia online e exemplo do poder da colaboração na internet, têm a cada dia menos voluntários dispostos a contribuir com seu crescimento.

O número de editores que escrevem e revisam os artigos desta página caiu com força neste ano e muitos especialistas se questionam se a página ainda é capaz de atrair colaboradores suficientes para manter-se viva.

Segundo um estudo da organização espanhola Libresoft da Universidade Rey Juan Carlos, de Madri, a versão inglesa de Wikipedia sofreu uma perda líquida de 49 mil editores nos primeiros três meses de 2009, dez vezes mais que um ano antes.

A Wikipedia é consciente da tendência, mas acrescenta que a situação não é em absoluto preocupante.

"Nos últimos dois anos perdemos voluntários, mas não se trata de uma queda dramática" disse à Agência Efe, Jay Walsh, porta-voz da fundação Wikimedia.

Além disso, tudo depende da forma como se olhe a questão, acrescenta. "Se forem consideradas o que chamamos de editores ativos - aqueles que contribuem pelo menos cinco vezes por mês - as versões de Wikipedia em alguns idiomas recentemente acrescentados registraram na realidade um aumento de voluntários", disse.

Mas é nítido que a participação nas edições em inglês, espanhol e outras línguas caiu e a própria fundação Wikimedia afirma que desconhece o motivo.

"Pode ser que haja menos informação para ser acrescentada ou que o sistema seja ainda muito complexo", comentou Walsh, que acrescenta que outra questão aberta é "quantos editores precisamos na realidade".

Wikipedia conquistou seu apogeu em março de 2007 com 820 mil colaboradores, mas este número está hoje em 750 mil por mês, segundo outro estudo realizado pelo centro Palo Alto Research Center, na Califórnia.

Atualmente são publicados na Wikipedia 40 mil novos artigos cada mês, detalha o mesmo relatório, frente aos 60 mil de há três anos.

É certo que a popularidade entre os usuários segue aumentando e que o número de artigos cresce, mas o ritmo é mais lento. Os internautas parecem menos interessados em colaborar com o projeto, sem que ninguém saiba muito bem por quê.

Os especialistas em internet que pesquisam o fenômeno opinam que colaborar com Wikipedia - uma atividade anônima e não remunerada - perdeu atrativo porque cada vez ficam menos temas para cobrir e, principalmente, porque a enciclopédia endureceu suas normas para controlar as publicações.

"Wikipedia se transformou em um entorno mais hostil", opinou Felipe Ortega, gerente de projetos de Libresoft, em informações à imprensa americana. "Muita gente se queima quando têm de debater sobre o conteúdo de certos artigos várias vezes".

Apesar de ter nascido com afã de ser um espaço livre, hoje podem ser encontradas centenas de páginas na rede que explicam como apresentar e editar conteúdos no Wikipedia.

Em 2008, o endurecimento das normas permitiu aos editores de Wikipedia apagar um de cada quatro artigos de participantes ocasionais, frente à proporção de um de cada dez artigos como ocorria em 2005.

Muitos argumentam que o aumento do controle é necessário para evitar erros e vandalismo, um fenômeno infelizmente frequente apesar dos esforços da fundação Wikimedia, responsável de Wikipedia, para erradicá-lo.

Entre os mais famosos está o do jornalista americano John Seigenthaler, cujo perfil no Wikipedia em 2005 continha informações equivocadas, como a de que ele era suspeito dos assassinatos de John F. Kennedy e Robert F. Kennedy.

Personalidades espanholas também não escaparam dos atos de vandalismo na enciclopédia. A ministra espanhola de Cultura, Ángeles González-Sinde, foi classificada como "ministra da Incultura" no Wikipedia durante várias horas no mês passado até que alguém identificasse a piada e corrigisse o artigo.

Wikipedia está tomando medidas para encorajar mais colaboradores a contribuir, organizando, por exemplo, seminários para treinar os editores em categorias escassamente representadas e investindo em um novo visual para página.

Além disso, Wikipedia criou grupos de trabalho para encorajar países como Índia e certos grupos demográficos pouco ativos na enciclopédia.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host