UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/01/2010 - 22h23

Lucro da Intel cai 17% em 2009

Nova York, 14 jan (EFE).- A Intel, impactada pela recessão econômica, anunciou hoje que seu lucro líquido em 2009 caiu 17% em relação a 2008, embora seus ganhos no último trimestre tenham crescido dez vezes na comparação entre os dois períodos.

Em todo o ano de 2009, a maior fabricante de microprocessadores do mundo, com sede em Santa Clara (Califórnia), lucrou US$ 4,369 bilhões (US$ 0,77 por ação), 17,4% a menos que em 2008 (US$ 5,292 bilhões/US$ 0,92 por título).

Entre esses dois anos, o faturamento da empresa recuou 6,54%, ao passar de US$ 37,586 bilhões para US$ 35,127 bilhões. O resultado operacional, por sua vez, despencou 36%, de US$ 8,954 bilhões para US$ 5,711 bilhões.

Apesar da piora generalizada nas contas da Intel em 2009, no último trimestre desse ano o desempenho da companhia melhorou muito.

O lucro líquido da fabricante entre os últimos três meses de 2008 e o mesmo período do ano passado cresceu 875%, de US$ 234 milhões (US$ 0,04 por título) para US$ 2,282 bilhões (US$ 0,40 por ação).

"Os potentes resultados da Intel em 2009 são reflexo de nosso investimento em sistemas de produção líderes no setor e em produtos inovadores", disse o presidente e executivo-chefe da Intel, Paul Otellini, ao apresentar os resultados.

Ele acrescentou que "esta estratégia permitiu (à Intel) gerar eficiências operacionais sem precedentes, fez crescer os negócios tradicionais e criou novas oportunidades de mercado, inclusive em tempos econômicos difíceis".

No primeiro trimestre de 2010, a companhia espera registrar entre US$ 9,3 bilhões e US$ 1,1 trilhão de receita.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host