UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/01/2010 - 10h50

Mercado francês minimiza queda das vendas mundiais da Renault

EFE
Paris, 14 jan (EFE).- O mercado francês minimizou em 2009 a queda das vendas mundiais do grupo automobilístico Renault, que foram de um total de 2.308.626 veículos, 3,1% a menos que no ano anterior, com crescimento das compras de carros de 2,1% no Brasil, considerado uma "decepção".

O diretor comercial da Renault, Jérôme Stoll, destacou hoje, na apresentação dos resultados comerciais, que 2009 foi um ano "de contrastes" entre países, mas que terminou muito melhor do que tinha começado.

Stoll destacou que a companhia aumentou "ligeiramente" sua fração de mercado mundial, em um décimo, para 3,7%.

No mercado francês, graças aos incentivos à compra de carros, a Renault pôde aumentar suas vendas em 7,3%, para 702.083 veículos.

No Brasil, embora em peso relativo a Renault tenha perdido quatro décimos, para 3,9%, as vendas cresceram 2,1%, até um novo recorde de 117.524 unidades.

Stoll reconheceu que esses números no Brasil são "uma pequena decepção", mas depois afirmou que "é um mercado extremamente promissor", que já superou os 3 milhões de veículos.

Sobre as perspectivas para 2010, Stoll disse esperar "globalmente um mercado mundial em linha ao de 2009", no qual continuarão as disparidades.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host