UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

14/01/2010 - 11h47

Vendas do comércio brasileiro acumulam alta de 5,3% até novembro

EFE
Rio de Janeiro, 14 jan (EFE).- As vendas dos comerciantes brasileiros acumularam alta de 5,3% em volume entre janeiro e novembro do ano passado em comparação com o mesmo período de 2008, informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

O aumento das vendas do comércio no varejo foi impulsionado pelo resultado de novembro, quando o setor registrou uma expansão de 8,7% em comparação com o mesmo mês de 2008 e de 1,1% frente a outubro de 2009.

O crescimento das vendas em novembro frente a outubro foi o sétimo consecutivo nessa comparação.

O aumento das vendas em novembro em comparação com o mesmo mês de 2008, por sua vez, foi o maior nessa comparação em 11 meses. As vendas dos comerciantes no varejo não cresciam tanto desde outubro do ano passado (10,1%), antes do agravamento da crise econômica global.

Na comparação com novembro de 2008, todos os setores analisados registraram um crescimento de vendas em novembro passado, impulsionado principalmente por supermercados, alimentos e bebidas, cujo aumento foi de 8,2%.

O crescimento das vendas de alimentos pode ser explicado, segundo o Instituto, pelo "aumento da renda dos trabalhadores e a estabilização dos preços, bem como pela ampliação dos programas públicos de transferência de renda" (distribuição de subsídios às famílias mais pobres).

Outros setores cujas vendas cresceram significativamente em comparação com novembro de 2008 foram os de equipes e materiais para escritório, informática e comunicação (+19,2%) e móveis e eletrodomésticos (+13,9%).

O setor de veículos, motocicletas e peças para automóveis, que foi um dos mais afetados pela crise econômica global, registrou em novembro passado um crescimento nas vendas de 37,1% frente ao mesmo mês de 2008, sua maior elevação histórica.

Esse resultado foi explicado tanto pela baixa base de comparação, já que as vendas em novembro de 2008 tinham caído 20,3% frente às do mesmo mês de 2007, quanto pela decisão do Governo de reduzir os impostos sobre os automóveis para ajudar os fabricantes a enfrentar a crise.

Após registrar resultados decepcionantes no final do ano passado e no início deste ano como consequência da crise econômica, as vendas dos comerciantes brasileiros vêm se recuperando desde maio.

O bom desempenho do setor em novembro permitiu que o volume de vendas dos comerciantes acumulasse um crescimento de 5,1% em 11 meses frente ao mesmo período de 2008 e 5,3% entre dezembro de 2008 e novembro do ano passado em relação ao mesmo período anterior.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host