UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/01/2010 - 05h58

Direção da Japan Airlines decide declarar concordata

EFE

Tóquio, 19 jan (EFE).- Os diretores da companhia aérea japonesa Japan Airlines (JAL), a maior da Ásia, decidiram hoje declarar concordata da companhia, de acordo com a lei de Reabilitação Corporativa, segundo a agência japonesa "Kyodo".

Depois que a declaração oficial de quebra for apresentada em um tribunal de Tóquio, o Governo japonês deve apresentar ainda hoje um plano de reestruturação para a companhia, com o objetivo de manter as operações da empresa.

O plano inclui o corte de 15 mil empregos, quase um terço da força de trabalho da companhia, e uma grande redução em seu tamanho, de modo que a JAL, afogada em dívidas que somam 11,5 bilhões de euros, possa voltar aos números positivos no ano fiscal de 2011, ainda segundo a agência "Kyodo".

Caso a reestruturação não tenha êxito, os bens da companhia seriam postos à venda para ressarcir os credores.

Está previsto que, por conta da quebra, as ações da JAL deixem de ser negociadas. Em apenas uma semana os títulos perderam 90% de seu valor, até alcançar uma capitalização total de apenas US$ 150 milhões, o preço de um Boeing 787.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host