UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/01/2010 - 21h55

Lula inaugura em MG 1ª usina do mundo movida a etanol

São Paulo, 19 jan (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva inaugurou hoje em Juiz de Fora (Minas Gerais) a primeira usina movida a etanol capaz de gerar eletricidade em escala comercial.

"O mundo desenvolvido vai ter que olhar com outros olhos o etanol. Eu penso que todo o mundo desenvolvido, na hora que tiver que assumir o compromisso e cumprir o Protocolo de Kyoto, de diminuir as emissões de gases do efeito estufa, vai ter que entrar na questão do etanol", afirmou Lula ao inaugurar a usina elétrica.

A usina conta com uma turbina bicombustível, movida por gás natural ou etanol, desenvolvida pela multinacional americana General Electric e pela Petrobras. Tem capacidade para gerar 43,5 megawatts que atenderiam a 150 mil pessoas, cerca de um terço da população de Juiz de Fora.

A turbina foi desenvolvida em um projeto conjunto das duas companhias durante três anos e a tecnologia pretende ser aplicada em outras que na atualidade são movidas por diesel e geram entre 3% e 6% mais gases poluentes, além de gastarem mais água.

"Por enquanto, tratam como se fosse uma coisa de país do terceiro mundo, como se fosse uma coisa do Brasil. Agora vão ter que tratar com muito mais respeito", assinalou Lula.

A conversão da turbina, que era originalmente movida só por gás, foi realizada na fábrica da GE em Houston (EUA). A companhia americana pretende, porém, que caso exista demanda o processo possa ser feito na sua sede em Petrópolis, no Rio de Janeiro.

No projeto para o desenvolvimento da turbina biocombustível a Petrobras investiu R$ 45 milhões.

Também hoje, a Petrobras e a Marinha assinaram um acordo para um projeto na Antártica que pretende estabelecer a reação dos biocombustíveis brasileiros em temperaturas frias.

Na pesquisa, cientistas brasileiros estudarão o comportamento do etanol e do biodiesel em temperaturas baixas.

Com os resultados, o Brasil pretende produzir uma linha especial de biocombustíveis para comercializar no mercado europeu e, assim, ajudar o continente a enfrentar invernos rigorosos.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host