UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/01/2010 - 10h04

Reino Unido propõe proibir ofertas de bebidas alcoólicas

EFE

Londres, 19 jan (EFE).- O Governo britânico propôs proibir as ofertas irresponsáveis de bebidas alcoólicas do tipo "três por duas" ou "all you can drink" (tudo o que puder beber) e obrigar a identificação ao comprar ou consumir álcool para comprovar que não são menores de idade.

Se o Parlamento der sinal verde ao projeto, a norma entrará em vigor em abril na Inglaterra e no País de Gales, o que fará com que os responsáveis de bares ou lojas que a descumprirem receberão uma multa de 20 mil libras (22,5 mil euros) ou seis meses de prisão, informou hoje a rede "BBC".

Também serão proibidos os jogos como "a cadeira do dentista", que consiste em despejar o conteúdo de uma garrafa pela garganta do cliente, assim como as competições de quem bebe mais rápido e o fornecimento gratuito de bebida alcoólica para mulheres.

Além disso, a partir de setembro, os pubs terão a obrigação de oferecer quantidades menores nas consumações de vinho, cerveja e outras bebidas alcoólicas.

A proposta se destina também aos supermercados, que já não poderão vender álcool abaixo de seu custo e deverão ter uma licença mais rígida.

O Governo defende a medida porque, segundo argumenta, o abuso de álcool provoca 40 mil mortes por ano na Inglaterra e no País de Gales, o que causa gastos anuais de 55 bilhões de libras (mais de 61 bilhões de euros).

Além disso, o Executivo britânico ressalta que as desordens e os crimes relacionados ao álcool geram uma despesa de 8 bilhões a 13 bilhões de libras (de 9 bilhões a 14,82 bilhões de euros).

A British Beer and Pub Association, associação que representa o setor cervejeiro e os pubs, acha que a medida é desproporcional, pois é mais exigente com os bares quando as maiores vendas de álcool provêm dos supermercados (70% do total).

A associação defende que seus membros sempre pedem um documento de identificação aos clientes, o que significa que um milhão de pessoas ficam sem beber nos bares a cada mês porque não o portam.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host