UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/01/2010 - 06h36

GM vai precisar de mais instalações na China

EFE
Xangai (China), 25 jan (EFE).- A General Motors (GM) necessitará abrir novas instalações na China em um futuro próximo, embora não o fará durante este ano, assegurou o presidente da filial da companhia automobilística no gigante asiático, Kevin Wale, segundo publica hoje o jornal oficial "Shanghai Daily".

A China é o mercado automobilístico em maior crescimento do mundo, e só no ano passado a GM vendeu ali seu número recorde nesse país: 1,83 milhão de veículos, 66,9% mais que em 2008.

Este ritmo é inclusive superior ao do próprio crescimento do mercado chinês, onde as vendas aumentaram 46% durante o ano passado, o que está fazendo da China uma das principais tábuas de salvação perante a crise para que as grandes marcas possam compensar a queda das vendas no resto do mundo.

A GM espera superar os dois milhões de veículos vendidos em 2010, e conta ainda com as instalações necessárias na China para produzi-los, mas ao ritmo de crescimento atual, a companhia não terá outra solução a não ser ampliar novas instalações no país em um futuro próximo, explicou Wale.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host