UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/01/2010 - 12h01

FMI prevê que crescimento mundial será de 3,9% em 2010

Washington, 26 jan (EFE).- A recuperação mundial é mais forte que o antecipado, graças ao vigor dos países emergentes, que farão com que o Produto Interno Bruto (PIB) do planeta cresça 3,9% este ano, mais que o previsto anteriormente, afirmou hoje o Fundo Monetário Internacional (FMI).

As economias avançadas crescerão 2,1% em 2010, de acordo com seus novos cálculos, que preveem uma alta de 6% nos países em desenvolvimento.

Trata-se, deste modo, de uma recuperação em duas velocidades, pois a retomada nos países ricos é mais frágil que após recessões anteriores, enquanto, em muitos dos emergentes, "a atividade será relativamente vigorosa, sobretudo graças ao dinamismo da demanda interna", segundo o relatório.

Os Estados Unidos, epicentro da crise, crescerão 2,7% este ano, o que implica em uma grande revisão dos números do (FMI, que, em outubro do ano passado, tinha previsto um avanço de apenas 1,5%.

Em 2011, a expansão diminuirá até 2,4%, de acordo com os cálculos do Fundo.

Em comparação, a recuperação na zona do euro será mais fraca, com um crescimento de 1% este ano e de 1,6% em 2011.

Nos países emergentes, o FMI também fez grandes correções para cima. A maior é a da Rússia, que avançará este ano 3,6%, frente ao 1,5% que o Fundo antecipou em outubro.

Os outros países do grupo Bric também terão recuperações mais fortes que o previsto. O Brasil crescerá 4,7%; a China voltará aos dois dígitos, com crescimento de 10%, e a Índia avançará 7,7%.

Estas mudanças empurrarão o crescimento mundial de 3,1% calculado pelo FMI em outubro para 3,9%. Em 2011, acelerará levemente, até 4,3%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host