UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

28/01/2010 - 17h16

Procter & Gamble ganha 5% menos no 1º semestre do ano fiscal

Nova York, 28 jan (EFE).- A companhia americana Procter & Gamble anunciou hoje que obteve um lucro de US$ 7,966 bilhões nos seis primeiros meses do ano fiscal, uma queda de 5% com relação ao mesmo período do ano anterior.

O ganho por ação no período ficou em US$ 2,56, frente aos US$ 2,61 do ano passado.

A receita obtida pela empresa, que fabrica inúmeros produtos para o consumo e a higiene pessoal, chegou a US$ 40,834 bilhões no período julho-dezembro, um número similar ao alcançado em igual período de 2008.

Com relação aos três últimos meses de seu ano fiscal, alcançou um lucro líquido de US$ 4,659 bilhões (US$ 1,49 por ação), 7% menos que em igual período do ano anterior embora o ganho por ação tenha superado as expectativas dos analistas.

A receita nesse trimestre chegou a US$ 21,027 bilhões, o que representa aumento de 6% com relação ao mesmo período de 2008 e estiveram alinhadas com a previsão.

Em comunicado à imprensa, a companhia explicou que o aumento na receita foi consequência em parte da alta de 5% no volume de vendas.

Esta empresa, que tem sua sede corporativa em Cincinatti (Ohio) e faz parte do índice Dow Jones Industrial, prevê que suas vendas aumentem entre 3% e 6% em todo o ano, que fechará em 30 de junho próximo, e mantém a perspectiva de conseguir um ganho por ação de entre US$ 4,02 e US$ 4,12.

Para o período de janeiro a março, prevê uma alta entre 7% e 10% em seu faturamento e um ganho de entre US$ 0,77 e US$ 0,82 por título.

Nesta quinta-feira, suas ações se valorizavam 2,48% na Bolsa de Nova York, após duas horas de negociações, a US$ 62,32 e desde o começo do ano acumulam alta de 2,85%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host