UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

29/01/2010 - 16h04

Chile fecha 2009 com deficit fiscal de 4,5% do PIB

EFE

Santiago do Chile, 29 jan (EFE).- O Chile teve em 2009 um deficit de US$ 8,085 bilhões, o equivalente a 4,5% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, informou hoje o diretor de Orçamentos, Alberto Arenas.

No quarto trimestre, o deficit foi de 0,7% do PIB, acrescentou Arenas.

O número anual é levemente superior à projeção do próprio governo, que estimava um deficit de 4,1% do PIB, devido às despesas extraordinárias do governo da presidente Michelle Bachelet para fazer frente aos efeitos da crise financeira mundial.

Em entrevista coletiva, Arenas explicou que o deficit se deve às consequências "da pior crise global em décadas", que o país enfrentou "com planos econômicos adotados de forma oportuna e contundente".

As despesas totais do governo chileno chegaram a US$ 44,671 bilhões, o equivalente a 25,1% do PIB e 17,8% acima das de 2008, disse Arenas.

Segundo o diretor, a receita consolidada do Governo caiu 23,2% em relação a 2008, para US$ 36,586 bilhões, equivalente a 20,5% do PIB.

A arrecadação tributária caiu 20,4% em 2009 na comparação com o ano anterior, mas no quarto trimestre, coincidindo com os primeiros sinais de recuperação da economia, registrou um aumento anualizado de 0,5%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host