UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

29/01/2010 - 21h09

Dow Jones fecha em baixa e perde 3,46% em janeiro

EFE
Nova York, 29 jan (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou janeiro com perdas de 3,46%, apesar de dados que indicam que a economia dos Estados Unidos cresceu no final de 2009 acima do esperado.

Esse indicador da bolsa fechou em baixa hoje de 53,13 pontos (0,52%), aos 10.067,33.

O seletivo S&P 500 caiu 10,66 pontos (0,98%), para 1.073,87, enquanto o índice composto do mercado Nasdaq caiu 31,65 pontos (1,45%), para 2.147,35.

A Bolsa americana fechou o primeiro mês de 2010 com perdas em seus principais indicadores, apesar de o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA ter avançado no último trimestre de 2009 a um ritmo de 5,7%, o mais elevado em seis anos, após subir 2,2% no trimestre anterior.

Os cálculos preliminares divulgados pelo Departamento de Comércio foram mais favoráveis do que o previsto, embora os analistas considerem que boa parte dessa alta se deve a fatores temporários e à decisão das empresas de elevar os estoques cortados pela recessão.

Janeiro foi para o Dow Jones o pior mês desde fevereiro passado e o S&P 500 perdeu 3,7%, enquanto que o Nasdaq caiu 5,37%.

O avanço da atividade no último trimestre, assim como os resultados de grandes empresas nesse mesmo período, que em vários casos superaram as previsões dos analistas, não conseguiram evitar, no entanto, que Wall Street comece o ano com pouco otimismo.

A confirmação de Ben Bernanke para mais quatro anos à frente do Federal Reserve (Fed, banco central americano) e a perspectiva de que as taxas de juros continuarão baixas por um longo período, também não conseguiram animar as compras de valores, o que reflete o ambiente de cautela que predomina entre os investidores.

Durante a próxima semana serão divulgados mais dados relativos à atividade do setor manufatureiro e dos serviços em janeiro, e outros relativos ao comportamento do mercado de trabalho nesse mês, e se prevê que a taxa de desemprego se mantenha em 10%.

O euro valia hoje US$ 1,3863 no fechamento do pregão, comparado com US$ 1,3972 do dia anterior.

A Microsoft (-3,36%), que tinha anunciado na quinta-feira após o fechamento do mercado uma alta de 60% em seu lucro no trimestre passado, liderou o grupo de empresas no Dow Jones que fecharam em negativo.

Ela foi seguida por Boeing (-3,13%), Intel (-2,61%), assim como Chevron e Hewlett-Packard, que registraram quedas de cerca de 1,5% no valor de suas ações.

A jornada foi mais propícia para outros 12 componentes do Dow e as maiores altas foram conseguidas por Home Depot (2,45%) e Wal-Mart (1,56%), seguidas de Dupont (0,9%), Travelers (0,8%) e Caterpillar (0,73%), entre outras empresas.

As ações da Apple caíram 3,6% no Nasdaq, após a divulgação na quarta-feira de seu novo modelo de computador, o iPad, que tinha criado enorme expectativa.

As ações da Mattel, fabricante da boneca Barbie e outros brinquedos, caíram 1,6%, apesar de seu lucro ter aumentado 9,1% no último trimestre.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host