UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

29/01/2010 - 10h52

Índia aumenta previsão de crescimento para 7,5%

EFE
Nova Délhi, 29 jan (EFE).- O Banco Central da Índia aumentou hoje para 7,5% a previsão de crescimento do país neste ano fiscal, ao passo que adotou medidas contra o excesso de liquidez e para conter a inflação, após constatar que chegou o momento de "lidar com a recuperação".

O governador do Banco da Reserva, Duvvuri Subbarao, afirmou em sua Revisão de Política Monetária que os dados econômicos do segundo trimestre fiscal confirmam o início da recuperação da economia indiana, cujo ano fiscal corrente termina em fins de março.

Também anunciou uma surpreendente alta do depósito compulsório, que atualmente é de 5%, em 50 pontos básicos a partir de 13 de fevereiro e outros 25 pontos a partir de 27 de fevereiro.

Com esta medida, o governador espera que sejam absorvidos "360 bilhões de rúpias (cerca de US$ 7,77 bilhões) de excesso de liquidez", o que "ajudará a sujeitar as expectativas inflacionárias".

A decisão foi bem recebida por duas das três câmaras de comércio e indústria indianas.

A nova previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), de 7,5%, significa uma significativa revisão de alta com relação aos 6% projetados em outubro passado.

No segundo trimestre fiscal, o PIB indiano registrou uma alta de 7,9%, frente aos 6,1% no mesmo período do ano anterior, empurrado pela ressurreição do crescimento industrial e a alta do crescimento do setor serviços.

Outro dado encorajador foi a alta de 18,3% nas exportações de novembro de 2009 com relação ao mesmo período do ano anterior e após 13 meses consecutivos de queda.

"Assumindo um crescimento quase zero da produção agrícola e uma recuperação contínua da produção industrial e da atividade do setor serviços, a projeção-base de crescimento do PIB no ano 2009-10 aumenta agora para 7,5 %", afirmou Subbarao.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host