UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

29/01/2010 - 14h38

Toyota anuncia recall de 1,8 milhão de unidades na Europa

Bruxelas, 29 jan (EFE).- A montadora japonesa Toyota anunciou hoje o recall de oito modelos vendidos na Europa, somando 1,8 milhão de unidades, devido a um possível problema no pedal do acelerador.

Em comunicado, a divisão europeia da montadora diz que existe a possibilidade de que o pedal do acelerador possa, "em raras circunstâncias, ficar preso em uma posição de aceleração ou retornar lentamente à posição de repouso".

"Gostaríamos de garantir a nossos clientes: o potencial problema do pedal do acelerador só ocorre em circunstâncias muito raras", afirma no comunicado o presidente da Toyota na Europa, Tadashi Arashima.

A montadora explicou que o possível problema consiste em um desgaste de alguns mecanismos do pedal, que unido a alguns fatores externos podem fazer com que o acelerador seja mais difícil de acionar ou, em um caso extremo, fique preso em posição de aceleração.

A empresa assegurou ter registrado "um número limitado" de casos na Europa, sem que até agora esteja a par de acidentes por este motivo.

A Toyota disse que já identificou uma solução para o problema e está realizando uma avaliação final, para em seguida notificar os clientes sobre os detalhes do recall.

Arashima acrescentou que a ação prevista "é uma medida preventiva destinada a garantir os melhores padrões de segurança para todos os nossos clientes".

A montadora garante que já fez as remodelações necessárias em seus procedimentos industriais e, por isso, não terá que interromper a produção em suas fábricas europeias.

Os oito modelos participantes do recall da Toyota na Europa e suas datas de produção são os seguintes: Aygo (de fevereiro de 2005 a agosto de 2009); iQ (novembro de 2008-novembro de 2009); Yaris (novembro de 2005-setembro de 2009); Auris (outubro de 2006-janeiro de 2010); Corolla (outubro de 2006-dezembro de 2009); Verso (fevereiro de 2009-janeiro de 2010); Avensis (novembro de 2008-dezembro de 2009) e RAV4 (novembro de 2005-novembro de 2009).

Segundo a Toyota, os demais modelos ou as unidades produzidas fora das datas especificadas não têm esse problema, assim como os automóveis da Lexus, sua marca de luxo.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host