UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

30/01/2010 - 01h21

Todos os turistas ilhados em Machu Picchu já foram resgatados

EFE
Lima, 29 jan (EFE).- A operação de resgate dos turistas que ficaram ilhados em Machu Picchu em consequência das fortes chuvas que castigaram o sul do Peru terminou hoje, informou à agência Efe o Centro de Operações de Emergência Nacional (Coen).

Segundo os dados confirmados pelo organismo, foram evacuadas hoje 1.460 pessoas, que, somadas aos resgatados desde o início do trabalho com helicópteros, na segunda-feira passada, completam um total de 3.885 turistas, 3.200 estrangeiros.

"Tiramos (de Machu Picchu) cerca de mil pessoas por dia, durante quatro dias. É uma grande conquista da equipe, mais de 40 pilotos das Forças Armadas, a Polícia e empresas privadas que realizaram 278 voos em 13 helicópteros", disse o ministro de turismo do Peru, Martín Pérez, em entrevista à emissora de televisão "Canal N".

Os turistas foram evacuados para Cuzco, onde eram recebidos pelos cônsules de seus países, que davam informações e facilitavam o retorno a Lima, de onde saem os voos para seus países de origem.

Pérez assinalou ainda que, embora o Ministério tenha total segurança de que não há mais estrangeiros em Machu Picchu, o serviço de resgate será mantido para que os moradores da cidade que desejarem deixar o local também sejam transferidos.

Ainda há turistas no Camino del Inca, que permite chegar a pé até as ruínas incas. Essas pessoas devem ser evacuadas nos próximos dias por via aérea, já que a ferrovia, única forma de acesso terrestre a Machu Picchu, ainda está interrompida.

Até hoje, pelo menos dez pessoas morreram e outras cinco foram dadas como desaparecidas nas regiões de Cuzco, Puno e Huancavelica por conta do temporal.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host