UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/02/2010 - 10h42

Shell e Cosan unem negócios de etanol e distribuição

EFE
Rio de Janeiro, 1 fev (EFE).- A multinacional Shell e a brasileira Cosan, dona da rede de postos de gasolina Esso no Brasil, assinaram um acordo para unir seus negócios em etanol e distribuição de combustíveis no país, informou hoje a empresa brasileira.

As duas companhias assinaram um memorando de entendimento no domingo passado para unir algumas de suas operações no Brasil em um prazo de 180 dias, em uma operação avaliada em US$ 12 bilhões que criará a terceira maior distribuidora de combustíveis do país, informou a Cosan em comunicado.

A petrolífera brasileira compartilhará sua linha de negócio de açúcar e etanol, incluindo o setor de geração de energia, distribuição e comercialização de combustíveis, os ativos de logística de etanol e o total de sua participação societária em uma empresa de comercialização do biocombustível.

Essa parte da operação é avaliada em US$ 4,925 bilhões. Além disso, a Cosan transferirá a esta associação suas dívidas líquidas, avaliadas em US$ 2,524 bilhões.

Em contrapartida, a Shell contribuirá com seus ativos de distribuição e comercialização de combustíveis, o que inclui sua rede de 2,7 mil postos de gasolina no Brasil e o setor de aviação, além de sua participação em empresas de pesquisa e desenvolvimento de energia a partir de biomassa.

A Shell também contribuirá com US$ 1,625 bilhão em dois anos e dará uma contribuição adicional de US$ 300 milhões anuais durante cinco anos para pagar pelos lucros futuros por compartilhar a estrutura.

Também está previsto executar opções de compra recíprocas para a aquisição do total da participação da outra empresa, a partir de dez anos do começo da associação.

A Cosan é a terceira maior produtora de açúcar do mundo, a quinta maior produtora de etanol e uma das maiores exportadoras mundiais deste combustível vegetal.

A empresa brasileira tem uma capacidade de moer 60 milhões toneladas de cana-de-açúcar por ano, possui dois terminais portuários, 23 unidades de processamento de açúcar e várias refinarias no estado de São Paulo, pólo da indústria açucareira no Brasil.

Das áreas de negócio da Cosan, só ficarão de fora da operação a comercialização de lubrificantes da marca Mobil, uma empresa de propriedades agrícolas, outra de logística e as marcas de açúcar União e de doces Da Barra.

Em 2008, a Cosan adquiriu os negócios de distribuição e comercialização de combustíveis e lubrificantes no Brasil da petrolífera americana Exxon Mobil.

Nessa operação, obteve licença para produzir e distribuir lubrificantes com a marca Mobil e para operar os 1,5 mil postos Esso de combustíveis.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host