UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/02/2010 - 11h49

Banco da Inglaterra prevê recuperação lenta no R.Unido

EFE
Londres, 10 fev (EFE).- O presidente do Banco (central) da Inglaterra, Mervyn King, disse hoje que a recuperação da economia britânica será mais lenta do que o previsto há três meses e que a inflação vai subir mais antes de voltar a cair.

Em seu relatório sobre a inflação, King destacou que haverá "tombos" no caminho, mas disse esperar uma "gradual recuperação" da produção britânica.

Segundo o banco emissor inglês, a inflação nos primeiros meses deste ano subirá para 3,5%. Só depois deverá voltar para a casa dos 2%, patamar no qual o Governo quer mantê-la.

Esse aumento vai ser influenciado pela alta dos preços dos combustíveis e do Imposto sobre o Valor Agregado (IVA), que no mês passado voltou a ser de 17,5%, depois que o Governo reduziu-o para 15%, em dezembro de 2008, com o objetivo de ajudar o país a sair da recessão.

King também admitiu que o panorama econômico do Reino Unido é de "muita incerteza", pois o ritmo da recuperação britânica é "fraco".

Segundo o funcionário, as medidas adotadas para escorar a economia, como a injeção de dinheiro nos mercados e a redução dos juros, ajudaram.

Mas o presidente do Banco da Inglaterra não descartou a possibilidade de mais medidas serem tomadas para ajudar a economia.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host