UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

10/02/2010 - 10h57

Venda de imóveis na Espanha despenca 25% em 2009

Madri, 10 fev (EFE).- A venda de imóveis manteve a tendência de queda na Espanha em 2009, com uma redução de 24,9% em comparação com o ano anterior, segundo os dados publicados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

A redução das vendas se ajustou nos dois últimos meses, quando diminuiu a taxa anualizada de 2,6% em novembro e 0,3% em dezembro.

No ano passado, as vendas registradas não alcançaram metade das contabilizadas em 2007, quando foram negociadas na Espanha 775,3 mil imóveis em pleno "boom" imobiliário.

No ano passado, a queda foi mais aguçada no caso da habitação usada, com uma baixa de 29,1%, e as transações de imóveis novos caíram 20,6%.

A venda de imóveis desocupados caiu 26%, e a de moradia subsidiada caiu 13,6%.

Em 2009 foram vendidas na Espanha 1.115 imóveis para cada 100 mil habitantes.

O colapso do setor imobiliário é um dos principais fatores que agravaram a crise econômica na Espanha, já que a construção era o principal motor econômico desde o fim dos anos 90.

Sua queda repercutiu na destruição de emprego ao ter sido durante o "boom" um viveiro de postos de trabalho, muitos deles ocupados por imigrantes.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host