UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

11/02/2010 - 18h51

EUA se dizem céticos sobre capacidade de enriquecimento de urânio do Irã

EFE
Washington, 11 fev (EFE).- A Casa Branca expressou hoje ceticismo em relação às afirmações do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, de que o país conseguiu enriquecer urânio a 20%.

"Achamos que não têm a capacidade de enriquecer (urânio) ao nível que garantem", declarou o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, em sua entrevista coletiva diária.

Segundo Gibbs, as declarações iranianas não têm fundamento científico e contam apenas com uma motivação política.

Ontem, o Departamento do Tesouro dos EUA impôs novas sanções econômicas contra o Irã, congelando os fundos em território americano de um general da Guarda Revolucionária e de quatro subsidiárias de uma empresa de construção de sua propriedade.

Em discurso por ocasião da comemoração hoje do 31º aniversário da Revolução Islâmica, Ahmadinejad afirmou que "o enriquecimento começou na terça-feira passada e os cientistas já foram capazes de conseguir urânio enriquecido a 20%".

O presidente do Irã também declarou que o país já é "nuclear" e que tem a intenção de "triplicar a produção" de urânio a 3,5%.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host