UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/02/2010 - 21h15

Convênio pretende facilitar exportações bolivianas ao Brasil

EFE
La Paz, 12 fev (EFE).- A Câmara de Comércio Boliviano-Brasileira e o Banco do Brasil apresentaram hoje uma iniciativa para facilitar as exportações de produtos bolivianos ao Brasil, principalmente de têxteis.

O chefe do setor de Promoção Comercial da embaixada brasileira em La Paz, José Roberto de Andrade Filho, destacou que este mecanismo de apoio aos exportadores facilitará as vendas e dará suporte logístico às pequenas e médias empresas que queiram exportar seus produtos ao Brasil.

A gerente-geral do Banco do Brasil, Isabel Pereira, explicou que a iniciativa contempla em princípio três seminários aos exportadores nas cidades de La Paz, Cochabamba e Santa Cruz, que começarão em 15 de março, e uma plataforma de comércio na internet.

Pereira disse que, graças a esta plataforma virtual, os exportadores bolivianos poderão realizar todos os trâmites sem sair de casa e acessar uma grande vitrine de produtos, com custos reduzidos, comodidade e segurança.

"O exportador boliviano terá novas opções, acesso ao mercado brasileiro e segurança de pagamento", ressaltou.

Andrade afirmou que o convênio beneficiará, entre outros, aos empresários que exportam produtos ao Brasil dentro do acordo assinado com o país para cobrir as perdas de produtores bolivianos de têxteis, depois que os Estados Unidos suspenderam a Bolívia em dezembro de 2008 do quadro de preferências tarifárias.

Como resposta a essa perda, o Brasil decidiu flexibilizar suas normas durante um ano, período no qual prevê comprar têxteis bolivianos sem tarifas por US$ 21 milhões.

O responsável de Promoção Comercial do Brasil na Bolívia ressaltou a plataforma de comércio virtual que permitirá também aos importadores bolivianos que queiram trabalhar com materiais brasileiros vender quando expirar o convênio.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host